Patrões não querem contratar
Maior dificuldade está na construção civil

01/11/2012

O principal empecilho para a redução da jornada de trabalho são os empresários, especialmente da indústria, que criticam a iniciativa por entenderem que a mudança aumentaria os custos produtivos, uma vez que, com menos horas trabalhadas, seria necessário contratar mais funcionários.

Especialistas apontam que, entre os setores, o mais difícil seria a construção civil, onde os operários cumprem jornadas superiores ao teto constitucional de 44 horas por semana.